Silêncio, por favor!

Data: 29.06.2015  Categoria: Geral, Pessoal  Leitura: 3 minutes 

Estou tentando falar menos, ouvir mais, prestar atenção, ser menos agressiva e vejo quase o mundo inteiro fazendo o contrário. Eu sei que é exagero meu dizer “todo mundo”, mas sou exagerada e intensa demais.

Sabe o que me irrita? Gente que quer dar uma de intelectual e sabichão. Gente que adora dizer para os outros “não diga o que você não sabe, se informe antes”. Moças e moços, me desculpem, mas se você sabe tanto então porque não aproveita e me ensina sem grosseria nenhuma? É claro que nunca fazem isso, as pessoas estão adorando partir para o lado pessoal e ofender todo mundo por qualquer coisa ultimamente. Também faço isso, mas estou tentando parar, ok? Eu escrevo e apago, apenas penso, guardo pra mim e vejo que seria uma grande merda ter aberto a boca ou publicado o que pensei. Hoje eu vejo que num acesso de indignação ou raiva posso dizer algo que não me representa.

Sabe o que me irrita nesse tipo de pessoa, também? É que eles também adoram usar a idade como desculpa pra tudo, ou até usar como argumento de que sabe mais que você por conta de alguns anos a mais. Sabia que é muito feio perguntar a idade de alguém para usar isso como desculpa para sua inexperiência ou desconhecimento sobre determinado assunto? Ao invés de fazer isso, tente julgar o argumento pelo seu valor, e não pela idade de quem está falando.

Por exemplo, discutir política hoje em dia é algo extremamente inviável. Tudo é motivo para rotular.
Se você discorda, mesmo que parcialmente de alguém que se diz de direita, te mandam pra cuba. Se você estiver falando com alguém de esquerda você é um coxinha. É assim, o que você é ou deixa de ser vai depender com quem você está falando no momento. Está cada vez mais comum confundir “não ter a mesma opinião política que eu” com “fascista” ou qualquer outra coisa contrária ao que você acredita. Opinião não é lógica binária, não é preto e branco e também não é feio mudar de idéia. Você não vai ser visto como um fraco se mudar de ideia.

Agora é assim, tudo o que é contrário ao que o outro fala ou pensa é encarado como afronta, falta de informação ou educação. Ok, pode até ser falta de informação, mas aí então não é melhor você dar essa informação pro cara ao invés de insultar e xingar a mãe? Estamos cada vez mais, discutindo e desfazendo amizades por besteira. Discutindo partidos e não fatos. Não existe partido perfeito, vamos colocar isso na nossa cabeça, está bem? Então tá! (JoutJout feelings) Vamos abrir a mente, o peito, os braços o coração. To tão cansada de ódio e brigas que estou me calando cada vez mais.

Galera, vamos espalhar amor e beijos de luz por aí! =*

Comentários

Be kind / Be nice

Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge

%d blogueiros gostam disto: