Eu imaginei o futuro

Data: 16.09.2015  Categoria: Geral  Leitura: 2 minutes 

Não há quase ninguém no país, ele está vazio, devastado por alguma coisa, talvez guerra, política, economia… não sei. Não sei se é só na cidade onde moro, no país ou no mundo. Não da pra saber, não há sinal na televisão, não há mais energia, não há celular… talvez algum rádio militar funcionando via satélite em algum lugar.

O cenário do futuro é parecido com o do filme “O livro de Eli”, cidade destruída, tudo em ruínas, os mercados já foram saqueados a muito tempo, muitos saíram da cidade. Quem ficou não tem mais casa, é preciso andar muito em busca de comida, água ou qualquer outra coisa. As pessoas estão andando sozinhas em companhia de algum cachorro e o carrinho de supermercado. Tudo o que você tem está ali.

Ilha de Hashima, Nagasaki, Japão

Meu óculos já não tem mais lente, elas não me servem de nada a muito tempo, tenho minhas luvas sem dedo, meu sobretudo e meu coturno pra me esquentar. Isso apenas no inverno, no resto do ano as temperaturas são tão insuportáveis que as ruas parecem ficar completamente amarelas. Não existe dinheiro, não existe cartão, não existe bitcoin, não há mais nada disso. Se quer algo tem que trocar, como antigamente. Se não quer trocar vai ter que roubar, vi isso acontecer a vida inteira, não deve ser tão difícil assim. O que o desespero não faz, não é mesmo?

Hoje eu estava imaginando o futuro…

 

Capa: Pripyat, Ucrania

Comentários

Be kind / Be nice

Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge

%d blogueiros gostam disto: